Calculo do PIS salario bruto ou salário liquido?

Calculo do PIS salario bruto ou salário liquido? Dificilmente vão te explicar sobre a incidência do calculo do PIS, se é sobre o salário bruto ou salário líquido. Neste artigo você vai saber e mais do que isso, vai ver um passo a passo de como é feiro este calculo.


Como saber se terei direito ao PIS

Antes de mais nada, antes mesmo de se fazer qualquer cálculo deve-se saber se tem direito ou não ao abono salarial do PIS, observe abaixo as condições necessárias para ter direito:
  • 5 anos de cadastro no PIS/PASEP 
  • Ter exercido atividade   com registro em carteira por pelo menos 30 dias
  • Ter recebido de empresa (PIS) ou de órgão público (PASEP) até dois salário mínimos no ano-base;
  • Ter os dados corretamente relacionados na RAIS e enviados ao Ministério do Trabalho, dentro do prazo estabelecido em Resolução.
No caso da entrega da RAIS, o prazo de entrega para o ano de 2019 iniciou-se no dia 16 de fevereiro e encerrou-se  no dia 05 de abril de 2019, portanto, a empresa que não enviou neste período poderá pagar multa e seus funcionários ficarão sem receber o abono salarial do PIS 2019/2020.
Calculo do PIS salario bruto ou salário liquido

Como fazer o calculo do PIS?

O Cálculo para se saber se o Calculo do PIS salario bruto ou salário liquido é bem simples, basta somar todas as remunerações e dividir pela quantidade de meses trabalhados, se o resultado for até dois salários mínimos referente ao ano-base, quer dizer que vai receber, isso levando em consideração as condições necessárias para ter direito ao beneficio, como foi citado acima.

Calculo do PIS salario bruto ou salário liquido?

O Ministério do Trabalho pouco informa sobre como é feito o calculo, mas é levado em consideração sempre o salário bruto e não o liquido como muitos pensam, portanto a pergunta se o calculo do PIS salario bruto ou salário liquido qual é usado para fazer o calculo do PIS, saiba que é considerado o bruto.

Se você recebe até dois salários mínimos  bruto, terá direito, vamos ver um exemplo:

João recebeu em 2018 durante 3 meses de trabalho o valor equivalente a R$ 1.500 sem os descontos.

O calculo é feito da seguinte forma:
R$ 1500 x 3 = R$ 4.500



Já sabemos que a média salarial bruta dele foi de R$ 1.500, neste caso ele está dentro das condições para receber, pois a média é menor que R$ 1.996 (dois salários mínimos em 2019).

Calculo nas novas regras

Mas nas novas regras João, não irá receber o valor integral de um salario minimo, pois o valor do pagamento do PIS é proporcional ao tempo de trabalho, que no caso foram 3 meses.

João receberá o seguinte valor:
998 x 3/12 = 249,50

O valor acima compõe do salário minimo vezes a quantidade de tempo de trabalho dividido por 12, daí se tem o valor que João receberá de abono salarial.

João receberá R$ 250,00

Confira também:


PIS 2019-2020, como será pago?

O PIS 2019-2020 começou a ser pago a partir de julho de 2019 para os nascidos em julho e assim sucessivamente, quem nasceu no segundo primeiro semestre do ano, ou seja, de janeiro a junho receberá só em 2019.

Confira a tabela de pagamento do abono salarial 2019-2020

Tabela do PIS 2019-2020

Quem tem conta na Caixa recebe dois antes, do mencionado neste calendário. O pagamento é sempre de acordo com o mês de nascimento do beneficiário. 

Lembrando que a o empregado que não teve seus dados enviados na RAIS (RAIS atrasada, o que fazer?) ou que foi enviado incorretamente a Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia não poderá receber seu abono salarial.

Compartilhe:

Receba informações via email (gratis):

3 comentários

Minha dúvida é se a soma do Cálculo do PIS é feita pelo salário bruto ou líquido?

Responder

Bruto,está escrito no artigo, é só ler e prestar atenção

Responder

SITE NÃO OFICIAL: Aqui você encontra tudo sobre o PIS e informações sobre benefícios sociais.