Tabela INSS Autônomo 2020: Como funciona, como pagar

Quer saber tudo sobre a Tabela INSS Autônomo 2020?
Veja esse post e esclareça suas dúvidas.
Graças ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), os trabalhadores brasileiros possuem acesso aos seus benefícios. Tais como: auxílio maternidade, aposentadoria e mais.

Ademais, autônomos também podem fazer parte dessa relação, porém há algumas distinções em relação aos trabalhadores de carteira assinada. Assim, para saber mais sobre a Tabela INSS Autônomo 2020 continue lendo abaixo.

INSS Autônomo 2020

O INSS é uma instituição originada pelo Governo Federal e possui vínculo com o Ministério da Economia. Dessa forma, suas contribuições variam entre: 13º salário, previdência social, reabilitação profissional e pensão por morte.

Então a Tabela INSS Autônomo 2020 serve para os indivíduos que não possuem vínculo empregatício. Assim, para aqueles que desejam contribuir há tal possibilidade.

Com isso, seus direitos futuros, tal como aposentadoria, são garantidos. Além disso, os valores a serem pagos são determinados a partir da Tabela em questão.

Saiba também sobre

Como funciona

Mensalmente é recolhido um valor, o qual posteriormente será utilizado para fornecer a aposentadoria dos trabalhadores. Ou seja, todo trabalhador que realiza suas contribuições corretamente, será amparado pela Previdência Social.

No caso dos autônomos, o próprio indivíduo paga seu INSS mensalmente, ao contrário dos trabalhadores de carteira assinada. Os quais a empresa é responsável por fornecer esse valor.

Dessa forma, a Tabela INSS Autônomo 2020 servirá como base para liberar seus benefícios efetivamente.

Considerando a atual realidade econômica brasileira, diversos trabalhadores de aplicativo não possuem vínculo empregatício efetivo. Assim, optam por essa opção.

Como pagar o INSS Autônomo

Se você é autônomo e deseja contribuir de acordo com o INSS Autônomo, basta ser inscrito no INSS e, através do site, emitir sua guia de pagamento. Dessa forma, o contribuinte precisa ter seu número do NIT em mãos, assim como o PIS ou Pasep.

Além disso, o pagamento trimestral está disponível apenas para os que realizam o recolhimento através do salário mínimo. Ademais, o pagamento mensal é o mais comum entre os trabalhadores autônomos brasileiros.

Tabela INSS Autônomo 2020

A cada ano o INSS disponibiliza uma nova tabela, assim os cidadãos podem ficar atualizados com o novo valor das alíquotas. Isso ocorre, pois a economia do país é redefinida a cada ano, devido à inflação.

Então, as alíquotas que a Previdência Social libera para realizar o pagamento das aposentadorias, são refeitas. Por isso, o indivíduo precisa estar sempre atualizado quanto à Tabela INSS Autônomo 2020.

Entretanto, a Tabela Autônomo 2020 ainda não está disponível. Então, abaixo está a do ano anterior, veja abaixo:

Valor INSS Autônomo 2020

A partir da Tabela INSS Autônomo 2020 é possível conhecer os valores para pagamento do INSS Autônomo. Como ainda não houve uma atualização, os valores da Tabela INSS Autônomo de 2019 segue como uma base dos valores e do quanto eles podem variar em 2020.

Com o Salário de Contribuição de R$998 a alíquota é de 5%, não dando direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição. Assim, o valor fica de R$49,90.

Já se o Salário de Contribuição for R$998 com alíquota de 11%, o valor é de R$109,78. Ademais, também não há direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição.

Com o Salário de Contribuição de R$998 até R$5.531,31 com alíquota de 20% (plano normal) o valor é de R$199,70 até R$1.106,26.

Quem pode contribuir pela tabela INSS para Autônomos 2020?

Há critérios para que um trabalhador autônomo tenha o poder de contribuir para o INSS. Então, baseado na Tabela INSS Autônomo 2020, os requisitos são os seguintes:
  1. O contribuinte para o INSS Autônomo 2020 não pode ter qualquer vínculo empregatício com empresas, ou seja, sem carteira assinada ou através de contrato.
  2. O contribuinte precisa atuar como trabalhador independente.
Apesar dos demais processos da Previdência Social, a contribuição para o INSS não possui tanta burocracia. Assim, estando inserido nessas duas regras acima, é possível contribuir para o INSS Autônomo 2020.

Qual o benefício para o autônomo pagar o INSS

Além dos benefícios oferecidos pelo INSS (aposentadoria, 13º salário, pensão pós morte e mais) é possível consultá-lo. As solicitações para saber seu benefício eram realizadas presencialmente ou por telefone.

Ainda podem ser, porém com a evolução da internet o processo se tornou muito mais prático e fácil. Vale lembrar que só é possível ter acesso aos seus benefícios se sua contribuição for efetiva.

Ou seja, suas contribuições mensais (ou trimestrais) devem estar em dia. Dessa forma, para saber quais são seus benefícios no INSS Autônomo veja o tutorial abaixo:
  1. Acesse o site oficial do INSS
  2. Clique em “Meu INSS”, localizado em uma coluna no lado esquerdo da página.
  3. Nessa nova página, procure novamente por “Meu INSS” e clique em seguida em “INSS”
  4. Na nova página, no lado superior direito, faça seu login (é preciso já possuir um cadastro).
  5. Finalmente, é possível ter acesso aos seus benefícios como contribuinte.
Caso não possua um cadastro é preciso fazê-lo a partir do e-mail e CPF. Após informa-los crie sua senha e confirme-a no endereço de e-mail usado anteriormente.

Compartilhe:

Receba informações via email (gratis):

SITE NÃO OFICIAL: Aqui você encontra tudo sobre o PIS e informações sobre benefícios sociais.